Rodinei capitão, pontaria e mais: o empate do Flamengo com o Voltaço

Rubro-Negro não saiu do zero com o Volta Redonda, no Maracanã, em partida que teve grande participação de jovens das divisões de base e voto de confiança de Abel a Rodinei

16 de março de 2019 Por: Elias Silva
46

O 0 a 0 no placar no Maracanã reflete a partida de poucas alternativas disputada por Flamengo e Volta Redonda neste sábado, pela Taça Rio. O empate mantém as equipes, momentaneamente, dentro das zona de classificação para as semifinais da Taça Rio. O Fla está na segunda posição do Grupo C, com oito pontos, enquanto o Voltaço é o segundo do B, com sete.

A reportagem do LANCE! destacou alguns pontos do confronto deste sábado, que teve a participação de vários garotos da base e um capitão novo no Fla.

RODINEI CAPITÃO

Flamengo x Volta Redonda Rodinei

Rodinei foi o capitão da equipe (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Criticado pela torcida após o gol perdido no clássico com o Vasco, há uma semana, Rodinei ganhou um voto de confiança de Abel Braga: foi o capitão rubro-negro neste sábado. O treinador definiu e comunicou aos jogadores a decisão na preleção antes da partida. Das arquibancadas, contudo, vieram vaias logo nos primeiros toques do camisa 2. Com o passar do jogo, pararam.

Na etapa final, Diego entrou e, imediatamente, Rodinei o deu a braçadeira.

DEFESA "ZERADA" PELA SEGUNDA VEZ

Flamengo x Volta Redonda Thuler

Thuler comandou a zaga (Foto: Marcelo de Jesus/Raw-Image/L!Press)

Neste Estadual, o Flamengo não sofrer é raridade. Ao sair de campo zerado neste sábado, atuando com o jovem Gabriel Batista, o time chegou somente à segunda partida "zerada" - a primeira foi na Taça Rio, na vitória sobre a Cabofriense. Nos outros oito jogos a equipe de Abel sofreu, ao menos, um gol.

COM TRAUCO, FLA AVANÇA PELA ESQUERDA

Flamengo x Volta Redonda Trauco

Trauco foi muito acionado no jogo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A presença de Trauco entre os titulares fez com que o Flamengo fosse mais efetivo pelo lado esquerdo, avançando nos avanços do lateral peruano. Foi ele, por exemplo, o segundo jogador do Rubro-Negro que ficou mais com a posse de bola, com 8,45% do tempo - Piris da Motta foi o líder da equipe, com 8,64%.

PONTARIA VOLTA A SER PROBLEMA

Flamengo x Volta Redonda Uribe

Uribe teve atuação discreta (Foto: Delmiro Júnior/Photo Premium)

Recentemente, Abel Braga já havia manifestado sua preocupação com a pontaria do time do Flamengo. Neste sábado, as finalizações voltaram a ser um problema diante do Voltaço. Foram 19 tentativas, mas apenas 6 certas. Com a boa atuação do goleiro Douglas, o placar permaneceu zerado no Maracanã.

Nos minutos finais, Hugo Moura chegou a balançar a rede adversária, mas o gol foi anulado. O volante estava em posição legal, mas foi dado impedimento.

CRIAS DA BASE EM PESO

Flamengo x Volta Redonda Vitor Gabriel

Vitor Gabriel em ação no Maraca (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Com a decisão de preservar os principais nomes do elenco, Abel deu chances a vários garotos criados nas categorias de base. Foram seis entre os titulares: o goleiro Gabriel Batista o zagueiro Thuler, os volantes Hugo Moura (improvisado na zaga) e Ronaldo, e, por fim, os atacantes Lucas Silva e Vitor Gabriel.

Do banco, ainda saiu Kleber, que entrou no lugar de Vitor Gabriel. Thiago, Yago, Matheus Dantas, Kleber, Vinícius e Bill também eram opções entre os reservas.

Veja também

Categorias

Siga-nos